A importância do planejamento financeiro para as PMEs: entenda aqui

Se você pensa que a administração de uma pequena empresa é muito mais simples do que gerenciar uma grande, você precisa saber que, na prática, não é bem assim. Todo tipo de negócio precisa ser gerenciado com muita atenção e, nesse ponto, o planejamento financeiro é uma questão de primeira necessidade.

É por meio dessa ferramenta que o empreendedor consegue avaliar a rentabilidade da sua empresa e definir o que precisa fazer para alcançar seus objetivos de médio e longo prazos. É como um mapa do tesouro, no qual estão descritos os requisitos que precisam ser cumpridos para chegar ao sucesso.

Quer entender melhor qual é a importância desse guia e o que você pode encontrar de valioso ao segui-lo? Confira as informações que reunimos neste artigo!

Centralização das informações mais relevantes

O planejamento financeiro reúne todas as informações relacionadas aos ganhos e gastos que o empreendedor tem para manter seu negócio produtivo e rentável. Nele, devem constar dados como:

  • custos fixos e variáveis;
  • despesas;
  • investimentos;
  • previsão de faturamento;
  • percentual de lucro esperado.

Cada um desses pontos ajuda a desvendar uma visão diferente da gestão financeira da empresa e podem ser requisitados por diferentes setores e profissionais no decorrer da rotina de trabalho. Ter acesso a todas elas em um único lugar facilita e enriquece a análise e interpretação dos dados gerando resultados mais eficientes.

Conhecimento mais aprofundado do negócio

A elaboração de um planejamento financeiro demanda muito estudo e pesquisa. Dessa forma, é fundamental mergulhar profundamente nas informações da empresa e do setor no qual ela está inserida, como avaliar as ações e os resultados dos principais concorrentes, além das exigências dos clientes que serão atendidos.

Isso torna o gestor mais ciente dos desafios que enfrenta em seu dia a dia e dos recursos que tem em mãos para superá-los. Ele é capaz de entender os limites financeiros da organização e elaborar soluções mais específicas para expandir essas barreiras e proporcionar um crescimento mais sustentável para o negócio.

Embasamento seguro para a tomada de decisões

As decisões tomadas pelos gestores e responsáveis pela empresa definem o seu sucesso ou fracasso. Enquanto algumas delas parecem mais simples, como a escolha da quantidade de itens que serão produzidos, outras são claramente mais impactantes, como a busca ou não de um auxílio financeiro no mercado.

Apesar de parecerem muito distintas, ambas podem gerar danos graves à organização. Se a quantidade produzida não for suficiente para atender um pedido, além da venda perdida, isso pode manchar a imagem da empresa. Por outro lado, se a produção for excessiva, é preciso arcar com os custos do armazenamento e existe o risco de perder o prazo de validade da mercadoria, gerando desperdícios e prejuízos.

O planejamento financeiro provê todas as informações necessárias para que a melhor escolha seja feita. O empreendedor consegue ver mais facilmente quais são as consequências de cada opção e, assim, agir de acordo com o que for mais adequado para o bem da empresa.

Antecipação de problemas

O uso frequente do planejamento financeiro como base nas análises dos resultados do negócio é essencial para identificar desvios que indiquem problemas. Se o plano previa o faturamento de R$ 10 mil mensais e os valores realizados nos últimos 2 meses foram de R$ 5 mil, algo não está saindo conforme o esperado.

Veja que o planejamento não aponta os erros nem oferece as soluções, mas ele serve como parâmetro para validar a eficiência das ações realizadas até o momento. Quanto antes essas divergências forem constatadas, mais rápida será a reação a elas e menores serão seus impactos no resultado financeiro ao final do período.

Definição de metas mais precisas

As metas são instrumentos poderosos de motivação e crescimento, desde que sejam bem definidas. Lembrando que, para serem realizáveis, elas precisam ser mensuráveis e ter um prazo determinado para serem alcançadas. Senão, podem gerar grande frustração e desmotivação.

Uma forma de estabelecer metas mais precisas e atingíveis é utilizar o planejamento financeiro como sua base principal. Se nele está descrito que espera-se gastar R$ 10 mil por mês no próximo trimestre, uma meta interessante seria obter uma economia de custos de 10% sobre o previsto no mesmo período. O esforço necessário para alcançar uma diferença de 10% demanda dedicação, mas é plenamente factível.

Criar um plano de metas sem essa preocupação pode causar mais problemas do que trazer soluções. Uma meta de redução de custos em 10% com relação ao mês anterior pode não ser tão simples, se os planos forem de aumento da produção a partir do mês em questão. Obviamente, os custos aumentarão e a meta nunca será batida.

Acompanhamento de resultados mais eficaz

Você está administrando a sua empresa e nota que a quantidade de clientes aumentou e que o faturamento também tem sido crescente. Parece um bom cenário, não é mesmo? Mas você sabe se esses resultados são mesmo tão positivos quanto parecem? O que você utiliza como parâmetro para analisar essa situação?

Pensar apenas em questões pontuais é um dos principais erros dos gestores que não conseguem prosperar seus negócios. Um crescimento sustentável é aquele no qual a eficiência é aprimorada, ou seja, mais vendas não significam mais custos na mesma proporção.

O planejamento financeiro serve para mostrar quais são os valores esperados em um determinado período. Se a meta é crescer em 6 meses, ele trará os percentuais de crescimento e os custos gerados nesse espaço de tempo. Valores discrepantes disso apontam para problemas, como mencionamos em outro tópico.

Preparação adequada para os próximos passos

Esse é o ponto mais importante e um dos objetivos principais de qualquer tipo de planejamento: a preparação adequada para o que está por vir. Em se tratando de questões financeiras, o impacto está na geração de resultados e na sobrevivência do negócio frente os seus concorrentes.

Nele estão descritos todos os requisitos necessários, todas as possibilidades imaginadas e todos os direcionamentos que precisam ser seguidos para que, ao final, a empresa cresça e se fortaleça. Como no mapa mencionado na introdução, o planejamento financeiro funciona como um guia, mostrando o que você encontrará em cada etapa, caso esteja no caminho certo. Então, não deixe contar com a ajuda dele para se consolidar como empreendedor de sucesso!

Este artigo foi relevante para você? Assim como essas informações ajudaram você a entender melhor sobre a gestão das finanças da sua empresa, nós também podemos ajudá-lo. O sistema de gestão da Vanpix é ideal para você que precisa gerenciar suas movimentações financeiras de forma mais prática. Entre em contato e conheça nossas soluções!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.