análise swot

Análise SWOT: entenda como essa técnica pode ser aplicada no planejamento financeiro

Você conhece o conceito de análise SWOT? É claro que pode ser que você não conheça a fundo essa ferramenta de planejamento estratégico, seu funcionamento, objetivo e benefícios, porém, certamente já ouviu falar nela.

Tratada como uma ótima ferramenta para análise de ambiente externo e interno, muitas empresas utilizam a matriz SWOT para realizar o seu planejamento estratégico financeiro, enxergar possibilidades e trabalhar erros.

Ao longo deste post nós queremos apresentar para você não apenas o conceito de análise SWOT, mas como aplicá-la em sua empresa para obter os melhores resultados e garantir o melhor direcionamento financeiro. Continue conosco e confira!

O que é a matriz de análise SWOT?

A análise SWOT é uma ferramenta visual para o desenvolvimento de uma planejamento estratégico para organizações e tomada de decisões. Por meio dela é possível realizar a avalização do cenário atual de uma empresa, permitindo uma visualização das variáveis que possam influenciá-la de alguma maneira.

A principal característica dessa ferramenta é criar um quadro visual dos aspectos que cercam a empresa, facilitando uma análise macro de todo o ambiente, interno e externo. Nela são colocadas as características da organização e também informações acerca do mercado em que ela está inserida. Com base nessas informações é que a análise geral pode ser realizada.

A matriz, chamada assim por possuir quatro quadrantes bem definidos, é ainda dividida em dois ambientes, o interno e o externo. Vamos listar cada um dos quadrantes e falar sobre eles.

Forças

As forças são os pontos positivos da empresa, os fatores internos que podem gerar algum tipo de vantagem competitiva em relação aos seus concorrentes no mercado. Aqui é possível citar, por exemplo, um atendimento diferenciado, um produto exclusivo ou até mesmo algum processo produtivo mais eficaz.

Para ser considerada uma força, o ponto a ser inserido na matriz deve, obrigatoriamente, trazer uma vantagem para a sua empresa. Algo a mais que o entregue pelos concorrentes.

Caso a sua empresa tenha, por exemplo, um produto de qualidade, mas os demais concorrentes também, isso não é uma força, mas uma necessidade para se manter competitivo.

Fraquezas

As fraquezas são as características internas de sua empresa que deixam sua organização em desvantagem com relação aos concorrentes, processos, práticas ou ações que possam ser melhoradas para obter um resultado positivo.

Encontrar as fraquezas de sua empresa é a ação mais desafiadora de todo o processo de criação da análise SWOT, pois exige uma autoanálise e muita honestidade, além do conhecimento acerca do funcionamento da organização. Lembre-se de que para obter um bom resultado é preciso ser sincero.

Oportunidades

Oportunidades são características do ambiente externo que possam ser aproveitadas para trazer algum benefício ou vantagem para a sua empresa. Por exemplo, uma nova política pública, ou a redução de preço de um insumo.

Para aproveitar as oportunidades é preciso ter atitude e arriscar. Além disso, para identificar as melhores possibilidades, como aberturas econômicas ou a chegada de novas tecnologias, é preciso ter um olhar atento ao mercado.

Encontrar e usufruir das oportunidades é um motor de crescimento para a sua empresa.

Ameaças

O último fator externo com influência direta sobre a sua empresa são as ameaças, situações que podem trazer alguma consequência negativa para o seu negócio, por exemplo, alguma mudança na demanda no mercado.

A ideia aqui é fazer um exercício de imaginação, visualizando situações que aconteceram no passado e possam se repetir, nuances de mercado e outras possibilidades que tragam impactos negativos e possam ser evitadas por ações de controle.

Em alguns casos, torna-se impossível evitar totalmente o impacto de uma ameaça, como, por exemplo, a queda no fornecimento de matéria prima. No entanto, se preparar de forma prévia, estocando insumos, nesse caso, pode reduzir o impacto.

Dívidas, problemas de caixa e falta de recebimento são consideradas ameaças, uma vez que têm impacto negativo direto sobre a gestão financeira da empresa, podendo até mesmo levar ao endividamento da organização.

Qual a sua importância?

Um dos principais desafios de qualquer empresa é criar um planejamento financeiro eficaz, e muito disso vem da falta de informação acerca da própria organização. Mesmo que pareça estranho, muitos gestores não conhecem a fundo todas as particularidades das empresas que gerenciam.

Por conta disso, acabam por tomar decisões que se mostram errôneas com o tempo, ou que acabam por não trazer o resultado esperado, sendo que poderiam obter muito mais lucratividade se tivessem sido assessorados de forma correta.

Dentro desse cenário, a matriz de análise SWOT se mostra como uma ferramenta imprescindível para qualquer gestor que busca planejar de forma estratégica a sua gestão financeira. Isso porque permite criar um levantamento preciso do ambiente interno da empresa e também do ambiente externo.

Ou seja, temos um assessoramento completo acerca de todas as variáveis que podem influenciar uma decisão financeira, tomando assim o melhor caminho para a empresa na grande maioria das vezes.

Como elaborar a análise SWOT financeira em uma empresa?

A matriz SWOT é uma ferramenta visual e, por conta disso, o primeiro passo para a criação dessa análise é desenhar os quadrantes que compõem a matriz. Para isso pode-se utilizar um software ou apenas um quadro branco.

Como se trata de uma ferramenta que demanda conhecimento, antes de começar a inserir dados dentro dos quadrantes é interessante convocar pessoas que atuem em todas as áreas da empresa para ter uma visão geral.

Depois disso, comece a apontar as informações dentro de cada quadrante respondendo algumas questões:

  • forças financeiras ─ quais as fontes confiáveis de renda da empresa? Quais os contratos: qual a sua fonte mais confiável de crescimento financeiro? Quais os clientes mais fiéis?
  • fraquezas financeiras: sua empresa exige investimento constante? Quais os empréstimos existentes hoje? Quais produtos não geram renda?
  • oportunidades financeiras: existe possibilidade de crescimento? Qual a situação atual da demanda? Pode-se desenvolver novos produtos?
  • ameaças financeiras: existe a possibilidade de redução de receitas? Qual o tamanho da inadimplência em sua empresa? Existe alguma possibilidade de aumento de impostos? Algum concorrente consegue entregar produtos ou serviços semelhantes por um preço mais baixo?

Em um primeiro momento, apenas lendo este post, mesmo com todas as informações repassadas, pode ser que você e sua equipe tenham dificuldade de colocar a análise SWOT em prática. Porém, temos certeza de que em pouco tempo, e com algumas tentativas, essa ferramenta se tornará uma grande aliada do planejamento financeiro da sua empresa.

Ficou com alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários! Teremos o maior prazer em responder qualquer questão!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.