Fraudes financeiras

Saiba o que fazer para proteger a empresa das fraudes financeiras

Você provavelmente conhece muitas pessoas que se dedicam honestamente ao trabalho para construir um patrimônio financeiro, com imóveis, carros, manter um saldo bancário no azul e ter uma vida confortável, não é mesmo? Há, porém, quem não pensa da mesma forma e opta por seguir um caminho mais curto e adotar condutas injustas e ilegais para obter dinheiro e propriedades.

São muitos os relatos de colaboradores que cometem fraudes financeiras nas empresas em que trabalham para conseguir benefícios próprios. Essas ações, que a princípio parecem inofensivas, podem se tornar frequentes e prejudicar (e muito) a organização e as pessoas que dela dependem, como funcionários e investidores. 

Atitudes como corrupção, roubo de ativos e falcatruas em relatórios financeiros mancham a reputação de uma empresa e acarretam sérios problemas financeiros e até emocionais para os prejudicados. Quer saber como proteger sua empresa de fraudes financeiras? Vamos falar os principais cuidados que você deve adotar, acompanhe!

Conheça todos os procedimentos 

Você sabe qual “caminho” o dinheiro percorre na sua empresa? É fundamental saber todos os processos realizados, sejam eles internos e externos, e os sistemas utilizados pelos funcionários. Assim, será mais fácil gerenciar corretamente as receitas, as despesas e identificar possíveis manipulações. 

Fique atento aos colaboradores

Os cuidados para evitar fraudes financeiras devem começar ainda na fase de seleção de novos profissionais. Testes de personalidade e de comportamento são muito importantes para descobrir se o perfil do candidato realmente se adéqua aos objetivos da empresa. Também é importante acompanhar de perto os colaboradores mais antigos, principalmente os que lidam com dinheiro diariamente. 

Realize auditorias periodicamente 

Para conseguir identificar possíveis falcatruas em uma organização, é imprescindível analisar relatórios de custos, despesas e receitas constantemente, além de realizar auditorias com certa frequência. O mais recomendado é contratar um profissional da área de finanças e contabilidade para executar essas tarefas. Para que essa auditoria seja a mais idônea possível e não vire uma dor de cabeça, pesquise bastante antes de fechar esse contrato. 

Faça da tecnologia uma aliada 

Todos os cuidados já descritos podem ser intensificados com a ajuda da tecnologia. Há muitos sistemas e ferramentas de gestão financeira disponíveis no mercado. Pesquise o que mais se adéqua às necessidades e à realidade de sua empresa e não deixe de contratá-lo. Com ele, você terá acesso a informações ainda mais detalhadas sobre o monitoramento de colaboradores e as auditorias internas. 

Gerencie fraudes financeiras

Não espere o problema surgir para só então pensar no que fazer para resolvê-lo. Elabore um plano de políticas internas em sua empresa e estabeleça normas e regras que devem ser seguidas pelos colaboradores — essas práticas podem inibir que fraudes aconteçam.

Também é muito interessante investir em um programa de compliance, cujo objetivo é evitar processos judiciais. O compliance será importante se forem detectadas fraudes financeiras em sua organização, mesmo seguindo todas essas recomendações descritas neste texto. 

Gostou das dicas de segurança financeira para a sua empresa? Aproveite para descobrir como proteger outras informações sigilosas com a criptografia de dados!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.