Colaboradores discutindo sobre gestão do conhecimento

Você sabe o que é e como funciona a gestão do conhecimento? Entenda!

Existem muitos fatores envolvidos no sucesso de uma empresa. Eles vão desde uma boa administração dos processos até a entrega de um serviço de qualidade ao público. Contudo, um ponto essencial para o bom desenvolvimento dos negócios — e que merece ser destacado — é a gestão do conhecimento.

A carga de sabedoria por trás de qualquer organização contribui diretamente na hora de delimitar uma cultura satisfatória a todos, na capacitação adequada da equipe e na criação de estratégias positivas para a otimização de resultados.

Deseja saber qual é a relação entre todos esses fatores? Então prossiga com sua leitura!

O que é a gestão do conhecimento?

De maneira direta, esse conceito diz respeito a um processo que determina, organiza e aplica as sabedorias, experiências e técnicas de colaboradores, gestores e líderes na corporação. Essa atitude é tomada com a intenção maximizar os resultados dos negócios, incentivando seu crescimento. Isso é feito de forma estratégica, estimulando trocas ricas dentro da companhia.

Em outras palavras, algumas metodologias guiam esse tipo de gerenciamento. Conhecer os conceitos que as compõem é interessante, para que seja possível aplicá-la adequadamente e em aspecto alinhado às necessidades da companhia.

Como funciona esse ideal?

Em primeiro lugar, é preciso realizar o levantamento do capital intelectual da empresa, ou seja, do conhecimento que seus membros detêm. Em seguida, é preciso contar com especialistas e com ferramentas adequadas na hora de transformar essa sabedoria em processos palpáveis e aplicáveis no negócio.

Finalmente, se analisam quais pontos estão faltando no bom fluxo de trabalho da organização. Ao serem identificados, os gerentes poderão capacitar as equipes e de ampliar o acesso à informação a todos, fortalecendo a equipe e os setores de uma só vez.

Para entender mais sobre a gestão do conhecimento, é interessante ter em mente que ela é dividida em dois tipos: tácito e explícito. Enquanto o primeiro diz respeito ao processo vivido por cada um, ou seja, às experiências, crenças, valores e costumes, o segundo costuma ser registrado.

Essa categorização tende a ser feita por meio de políticas organizacionais, documentos, regimentos etc. É importante que ambos andem lado a lado. Afinal, são igualmente relevantes. Contudo, o segundo pode ser disseminado aos colaboradores, por meio de cursos e treinamentos, e gerido pela tecnologia — sendo interessante prestar atenção extra a ele.

Qual a importância desse conceito em uma empresa?

Existe uma grande diferença entre contar com colaboradores extremamente inteligentes em um negócio e listar, de fato, essa sabedoria. É somente a partir do momento em que há a aposta na conversão de um conhecimento tácito para um explícito — e vice-versa — que os resultados começam a refletir o melhor que sua equipe tem a oferecer.

Muitas vantagens estão ligadas à correta gestão. Além de aprimorar as competências da equipe, tomar atitudes a fim de expandir a carga de sabedoria por trás dos processos garante:

  • aprimoramento da qualidade por trás de produtos e serviços;
  • otimização da administração das estratégias;
  • solidificação da cultura organizacional;
  • união por parte dos colaboradores;
  • expansão do capital intelectual;
  • aprimoramento da produtividade;
  • melhor uso de recursos — como tempo e dinheiro etc.

Em linhas gerais, gerir adequadamente o conhecimento que cerca o negócio impacta de maneira direta seu desenvolvimento cotidiano. Contudo, para realmente aproveitar os benefícios citados, é importante conhecer as bases por trás desse conceito. Confira!

Quais os seus princípios?

A gestão do conhecimento é parte de uma cultura de inovação. Como tal, ela carrega consigo alguns valores que devem ser seguidos por quem busca implementá-la.

Inteligência competitiva

Seus concorrentes têm mais a ensinar do que você imagina. Ao monitorar, de forma constante, suas estratégias de mercado, as tendências que os cercam e as metas que atingem, se torna possível agregar tais sabedorias à sua própria companhia.

Aprendizagem organizacional

A abordagem padrão da gestão do conhecimento é coletiva. Isso significa que a empresa precisa crescer como um todo — e não de maneira individual. Para esse fim, é preciso ir além do básico. Faz-se necessária a implementação de um ambiente que estimula os colaboradores a melhorar continuamente.

Um aspecto interessante na hora de fazer isso o incentivo às pesquisas, aos monitoramentos e às inovações. Se os membros dos times forem incentivados a pensarem sempre de maneira estratégica, eles passarão a usar, automaticamente, o conhecimento ao seu favor. É por esse motivo que a aprendizagem organizacional se faz fundamental.

Gestão da informação

Na hora de levar os ensinamentos necessários à equipe, é preciso fazê-lo de maneira eficiente, objetiva e simplificada. Por esse motivo, contar com especialistas e ferramentas que organizem os dados que alimentarão o capital intelectual do negócio é fundamental.

Competências

Lembra do conhecimento tácito? Ele é tão importante quanto o explícito e deve ser corretamente administrado. Mas de que forma é possível fazer isso? É simples: alinhe os pontos mais fortes presentes em suas equipes e use-os ao seu favor. Depois desse passo, identifique quais outros podem ser melhorados e aposte na capacitação para esse fim.

Educação corporativa

Aqui, entram os treinamentos, de fato. Observe as melhores formas de ensinar aos times tudo que eles precisam na intenção de atuarem em seu máximo potencial. Além disso, use o capital intelectual de sua organização como um catalisador de desenvolvimento!

De que maneira essa administração pode ser efetivamente implementada?

Conhecidos os conceitos por trás da gestão do conhecimento, é hora de conferir a prática. Algumas atitudes fundamentais para que esse conceito se torne parte integral da empresa incluem:

  • permitir a troca de experiências;
  • promover a participação;
  • investir em novas tecnologias;
  • gerenciar as informações e processos;
  • buscar a melhoria contínua da equipe etc.

Nessa hora, contar com ferramentas tecnológicas que otimizam e ajudam você a conquistar um gerenciamento mais eficiente é uma excelente ideia.

A Q-Ware Knowledge Management System é feita exclusivamente à gestão do conhecimento e permite que as organizações usem a tecnologia da informação ao seu favor, seja para converter conhecimento tácito no explícito, seja na hora de fazer o caminho contrário. Conte com ela e otimize seus resultados!

Se você deseja saber ainda mais sobre esse recurso automatizado e voltado às empresas, entre contato com a VanPix hoje mesmo e informe-se!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.