giro de estoque

Giro de estoque: descubra que é e como calcular!

Na contabilidade, o giro de estoque é o número de vezes que o estoque é vendido ou consumido em um determinado período, geralmente de um ano. Ele é medido com o indicador SKU ― unidade de manutenção de estoque.

Falando em números, o giro do estoque pode ser definido como a razão entre o custo dos produtos vendidos e o nível médio de estoque, também considerando o custo dos itens remanescentes. Essa medida tem o objetivo de ser uma métrica para mensurar o desempenho geral da cadeia de suprimentos, especialmente de uma perspectiva de capital de giro.

Quer saber mais sobre o assunto e entender como realizar os cálculos? Continue a leitura.

Qual é a importância do giro de estoque?

O giro do estoque permite que você conheça a realidade quanto às vendas da empresa, sabendo quantas vezes o estoque é convertido em dinheiro ou contas a receber (foi vendido). Com isso você pode determinar a eficiência na utilização do capital de giro da organização. Quanto mais o estoque é girado, mais rápido o dinheiro investido nele é restituído, permitindo um maior retorno sobre o investimento.

Esse é um modo muito eficaz para avaliar o desempenho de qualquer negócio. Ele fornece informações sobre algumas métricas de desempenho importantes, como:

  • a velocidade com que o estoque é vendido;
  • como a organização atende a demanda do mercado;
  • como a empresa se compara a empresas semelhantes.

Como exemplo prático da importância do giro de estoque, podemos citar os restaurantes. Eles dependem de muitos alimentos frescos, portanto, a administração de estoque é vital para o negócio. Sem essa métrica, os restaurantes estariam mais propensos a servir comida vencida ou a desperdiçar recursos jogando comida fora.

Sendo assim, taxas de giro de estoque mais altas significam que o restaurante tem um fluxo constante de produtos frescos e é capaz de vendê-los antes que expirem. Isso significa que ele está indo bem, com boas vendas.

Uma baixa taxa de rotatividade de produtos significa que algo está impedindo o restaurante de ter mais lucro. A partir daí é possível analisar se o problema está na qualidade da comida, no serviço prestado ou na gestão de compras, entre outros.

Como funciona o giro de estoque? 

Cada organização tem um jeito diferente de priorizar a saída de produtos de seus estoques, seja para venda ou utilização como matéria-prima. Existem diferentes critérios definidos na contabilidade e no marketing de cada empresa, sendo os sistema PEPS (primeiro que entra, primeiro que sai) e UEPS (ultimo que entra, primeiro que sai) os mais utilizados.

Definida a forma de controle de seus produtos, para se calcular com eficiência o giro de estoque é preciso estar atento a dois fatores específicos, que serão mostrados a seguir.

CPV (Custo dos Produtos Vendidos)

Todas as despesas diretamente relacionadas à obtenção de um produto para venda se enquadram no CPV. Isso inclui as matérias-primas e, possivelmente, até os custos de mão de obra para criar o produto ou seu preço de compra.

A melhor maneira de determinar o custo dos produtos é manter a contabilidade detalhada, o que pode ser feito facilmente se você usar uma ferramenta de software para gerenciar seu estoque.

Estoque Médio

O custo médio dos produtos em dois ou mais períodos específicos é igual ao estoque médio. Com a relação de giro de estoque, os dois períodos que são levados em consideração são:

  • estoque no início do período;
  • estoque no final do período.

Esses são então divididos por dois, para obter o custo médio do estoque. O estoque médio pode ser calculado para qualquer período de tempo. No entanto, ao calcular a taxa de giro de estoque, deve-se considerar o estoque médio do mesmo período.

Como o cálculo do giro de estoque deve ser feito?

O giro do estoque é determinado dividindo o custo dos produtos vendidos no período pelos estoques médios durante o período, assim:

  • (Custo das mercadorias vendidas / Estoque médio) = N vezes.

Exemplo de giro de estoque

Suponha um custo de mercadorias em 2020 de R$ 40.000.000 e um estoque médio em 2020 de R$ 10.000.000, então temos a seguinte rotação:

40.000.000 / 10.000.000 = 4.

Isso significa que o giro de estoque em 2020 foi de 4 vezes, ou seja: os estoques foram vendidos ou girados quatro vezes no ano. Assim, sabemos que os produtos ficaram em estoque por 3 meses antes de serem vendidos.

Como otimizar a gestão do giro de estoque?

A seguir, veja algumas dicas para manter seu estoque da melhor forma, otimizando a gestão do giro.

Gestão constante do estoque 

Independentemente das características do negócio e da quantidade de mercadoria estocada, mantenha uma verificação constante do seu inventário de produtos. Assim, você vai saber a velocidade de rotação de cada produto e poderá gerir melhor suas compras, atendendo melhor os seus clientes.

Monitoramento de vendas

Conhecer a fundo o perfil de vendas da empresa é o ponto de partida para uma gestão de estoque eficaz. Essa ciência permite ao gestor saber quais produtos têm a preferência do consumidor, em que períodos do ano cada produto é mais procurado, quais são os menos vendidos e propensos a perda de validade etc.

Com esse acompanhamento você poderá estar sempre à frente das demandas, identificando as necessidades e desejos de seus clientes em cada período, para manter um estoque eficiente e evitar perdas de produtos e vendas.

Atenção ao capital de giro

Antes de comprar, procure avaliar se é o memento certo, se o produto é realmente indispensável e se o valor investido não causará um desajuste em seu caixa. Fique atento aos números da contabilidade e aos prazos praticados pelos fornecedores, para manter a boa saúde financeira da sua organização.

Para que tudo isso seja possível, sem sobrecarregar os gestores, é muito importante que a empresa invista em soluções tecnológicas modernas e eficazes. Isso porque, com o auxílio de um bom software e integração dos departamentos da empresa, calcular o giro de estoque será bem mais simples e rápido.

Aproveite o momento para conhecer as melhores soluções em gestão do conhecimento e integração de sistemas do mercado. Entre em contato conosco!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.