inadimplência

Como evitar a inadimplência em PMEs? Confira as 5 melhores ações

A inadimplência é um problema comum no mercado e com o qual as empresas devem aprender a lidar. A situação econômica atual é outro fator relevante quando o assunto é inadimplência, por isso, é importante estar atento ao conceito, buscando conhecimento, soluções e ferramentas que possam ajudar no dia a dia da gestão empresarial.

Como evitar a inadimplência em PME é uma de suas dúvidas? Se a sua resposta for “sim”, saiba que você não está sozinho! Os pagamentos em atraso estão se tornando cada vez maiores, sendo fundamental traçar estratégias para reduzir esse índice e garantir a proteção financeira do seu negócio.

No entanto, como isso é possível? A resposta passa por boas práticas, que vamos apresentar ao longo deste artigo. Além disso, você vai entender o que é a inadimplência e por que ela acontece! Quer saber mais? Continue a leitura e descubra!

Afinal, o que caracteriza uma situação de inadimplência?

É considerado inadimplente todo aquele que deixa de cumprir uma determinada obrigação. Muito utilizado no mercado financeiro, o termo está associado ao não pagamento de produtos e serviços conforme previamente acordado entre duas ou mais partes.

No entanto, por que a inadimplência acontece? É possível minimizar a ocorrência do problema? Como lidar com a situação de forma eficaz dentro das empresas? Entenda, a seguir, quais são as principais razões que levam à inadimplência.

Quais razões levam à inadimplência de clientes?

A inadimplência no Brasil já atingiu um nível histórico. São 63 milhões de pessoas que atrasam as suas contas e dificultam a manutenção de um bom fluxo de caixa empresarial. Os fatores que levam a essa situação são variados. Veja!

Redução de renda

O alto nível de desemprego fez a renda das famílias diminuir. Hoje, existem 13,4 milhões de pessoas desempregadas. Isso faz com que os gastos sejam priorizados — ou seja, pagar as dívidas fica em segundo plano.

Falta de planejamento

A maioria dos brasileiros não faz um bom planejamento financeiro. Na faixa etária de 18 a 29 anos, o total de devedores chega a 12,5 milhões de pessoas. Nesse cenário, o indivíduo recebe a sua renda e ela já está toda comprometida. Por isso, ele deixa algumas contas atrasadas para manter o essencial.

Acesso ao crédito

Os parcelamentos e a possibilidade de fazer compras a perder de vista fazem os brasileiros atrasarem as contas. Com o acúmulo de prestações, há o endividamento de longo prazo. Junto ao planejamento financeiro defasado, fica difícil quitar o que já deve. Por isso, a pessoa recorre a empréstimos e ao uso do cheque especial. No entanto, isso somente agrava a situação por conta do pagamento de juros.

Quais são os principais efeitos da inadimplência?

Como você pôde ver, várias questões estão associadas ao problema da inadimplência. Fato é que ela acaba causando muitos prejuízos para o caixa das empresas e, em alguns casos, pode até vir a inviabilizar determinados negócios.

Nesse sentido, a grande dica para o empresário é que ele estabeleça ações preventivas que estejam focadas em evitar a inadimplência. Isso traz mais segurança para as operações e evita que o problema se instaure e afete diretamente o caixa da organização.

Quais são as 5 melhores ações para evitar a inadimplência em sua PME?

Os dados apresentados deixam claro por que a sua empresa está com o caixa desequilibrado, certo? A situação econômica difícil respinga na sua organização — e você precisa saber contornar o problema para evitar a inadimplência na PME. Por isso, elencamos algumas dicas essenciais que vão contribuir para evitar a inadimplência em sua pequena e média empresa. Confira!

1. Pesquise o histórico do cliente

Sua empresa faz uma análise de crédito antes de autorizar o pagamento da compra a prazo? Essa medida é essencial para verificar possíveis pendências e saber quando a transação é arriscada. O ideal é avaliar o chamado score de crédito. Ele é uma pontuação de 0 a 1.000. Quem estiver acima de 700 é um bom pagador.

Conhecer o histórico do seu cliente é o primeiro passo para abrir uma carteira e começar a oferecer crédito. Sem esse tipo de iniciativa, você coloca toda a sua operação em risco.

2. Emita a nota fiscal

A nota fiscal evita inadimplência na sua PME e ainda a protege contra ilegalidades. Esse documento também permite fazer uma cobrança judicial, quando necessário.

As empresas são obrigadas a emitir a nota fiscal nos termos da legislação brasileira. Operações de venda de produtos e serviços sem a emissão da respectiva nota podem gerar problemas sérios.

3. Envie lembretes de pagamento

Os clientes podem atrasar o pagamento das contas por puro esquecimento. Uma medida para evitar essa situação é enviar um lembrete antes do vencimento. A mensagem deve ser impessoal para evitar constrangimentos e trazer a identificação de que, se ele já quitou a parcela, deve ignorar a lembrança. Assim, você evita problemas.

Além disso, há uma estratégia muito utilizada e que funciona bem: vale a pena organizar uma régua de cobrança que preveja o envio desse tipo de lembrete.

4. Pratique um controle preciso

Sua empresa mantém um controle sobre tudo que entra e sai? Sabe quais contas estão a pagar e a receber no próximo mês? Se você respondeu “não” a uma dessas perguntas, mude agora! Fazer um monitoramento preciso evita a inadimplência na PME e desequilíbrios de caixa. Por isso, anote todos os dados e faça a comparação a partir de sistemas inteligentes.

5. Cobre via boleto bancário

O uso do boleto é uma forma eficiente de evitar a inadimplência na sua empresa. Aliado a uma boa análise de crédito, ele serve para controlar os recebimentos e facilitar a visibilidade para o seu negócio. Para isso, o ideal é utilizar um sistema seguro e ágil, que facilite a sua rotina empreendedora. Desse modo, você consegue fazer um monitoramento preciso e pode se preparar, por exemplo, com o aviso de vencimento próximo.

Todas essas medidas ajudam a manter a saúde financeira do seu negócio. Afinal, a inadimplência em alta faz o seu caixa ficar desequilibrado, o que prejudica o pagamento de fornecedores. Com o tempo, é necessário contratar empréstimos, em que incidem juros. O resultado é uma bola de neve de dívidas, que pode levar sua empresa à falência.

Como é possível reverter um quadro de inadimplência?

Reverter um quadro de inadimplência pode ser um processo complicado. Por isso, as empresas criam as chamadas “réguas de cobrança”, que estabelecem os critérios que serão adotados para realizar procedimentos de cobranças de clientes inadimplentes.

As dicas mais importantes quando o assunto está relacionado à inadimplência têm a ver com a capacidade de saber negociar com os devedores. A habilidade de oferecer descontos e de estar à disposição para a negociação é de extrema importância.

Nesse contexto, um bom controle financeiro e o uso de ferramentas e plataformas de integração, como a oferecida pela VanPix, podem garantir o sucesso no planejamento, na organização e na cobrança dos seus clientes inadimplentes.

Com certeza, pagamentos atrasados e quebras de caixa são duas coisas que você não quer no seu negócio! Por isso, aplique as dicas para evitar a inadimplência na sua PME. Você verá que as boas práticas fazem a diferença para o crescimento sustentável do empreendimento.

Você gostou deste artigo sobre inadimplência em pequenas e médias empresas? Então, aproveite para entrar em contato com a VanPix e descubra como podemos ajudar na gestão financeira da sua empresa!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.