Business Experience: o que é e como aplicar na empresa?

3 minutos para ler

Oferecer experiências centradas no cliente visando melhorar os lucros é algo que muitas companhias vêm fazendo há muito tempo. No entanto, as crescentes demandas dos consumidores exigem que as marcas se reinventem e façam mais para se diferenciar em um mercado altamente competitivo. Em resposta a essa mudança comercial, nasceu o Business Experience (BX). 

Portanto, o objetivo exato de usar essa abordagem é rastrear e antecipar os concorrentes para promover relacionamentos de longo prazo com o público. Continue lendo para saber mais sobre esse assunto!

O que é Business Experience e qual é a diferença entre Customer Experience?

O business experience (ou experiência em negócio) é uma evolução do customer experience (experiência do cliente). O propósito do BX é tornar seu empreendimento compatível com a realidade do mercado, independentemente das transformações no comportamento dos consumidores. Afinal de contas, elas estão mais frequentes devido à evolução recorrente da tecnologia e da competitividade entre empresas.

O propósito do business experience é ir além das demandas dos usuários e considerar o seu negócio na totalidade. Ou seja, deve-se concentrar nas experiências que sua marca deseja passar para comunidade, e não somente para uma única pessoa.

Portanto, o CX cuida exclusivamente do cliente, considerando seus comportamentos comerciais e como melhorar a jornada dele em relação ao seu negócio. Já o BX atua na otimização das operações organizacionais globalmente, considerando os níveis corporativos e mercadológicos.

Como implementar o Business Experience na empresa?

A seguir, reunimos algumas recomendações para que você possam implementar o business experience na sua instituição.

Encaixa as demandas de seus clientes no BX

Um dos maiores objetivos do BX é a fidelização dos consumidores. É necessário que a companhia trabalhe essa conduta organizacional amplamente e integrada a fim de compreender as mudanças comportamentais dos clientes, bem como suas novas necessidades e problemas.

Compartilhe a responsabilidade com a empresa inteira 

Ao contrário do CX, o BX compartilha a responsabilidade de detectar demandas e elaborar experiências memoráveis para além dos departamentos de marketing e vendas. Logo, a companhia toda precisa estar mergulhada nessa nova estratégia, desde a produção até a alta administração. É essencial que todos os colaboradores e setores estejam empenhados em implementar a filosofia BX.

Trabalhe com dados

A abordagem business experience precisa ser pautada em dados relevantes para que abordagens estratégicas e eficientes sejam colocadas em prática. Conversar com o público e utilizar tecnologias eficientes é fundamental para realizar pesquisas a fim de compreender a realidade do mercado e saber como suprir suas demandas.

Atue de forma abrangente

Comece integrando dados, ferramentas, metodologias e processos. Para intensificar o business experience, é importante fazer investimentos nesse sentido. Portanto, utilizar a computação na nuvem aliada ao Big Data e à inteligência artificial trará mais conhecimento, agilidade, flexibilidade e segurança à sua estratégia. Dessa forma, você tem a chance de criar soluções baseadas nas necessidades relacionadas ao cotidiano da empresa e do mercado.

Como visto, o business experience é uma estratégia que precisa ser aplicada na empresa para garantir que ela se adéque às maiores tendências do seu segmento, busque (e supere) metas desafiadoras, crie soluções diferenciadas e obtenha resultados mais competitivos.

Gostou do conteúdo? Deseja complementar ou compartilhar alguma informação a respeito do tema? Envie seu comentário no campo abaixo.

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário