Política de crédito

Entenda a importância e como criar uma política de crédito na empresa

Você já pensou em oferecer a possibilidade de pagamentos a prazo e parcelados aos seus clientes? Sem dúvidas, essa é uma excelente alternativa para gerar um diferencial competitivo, já que tende a tornar as negociações mais acessíveis e aumentar o índice de vendas concretizadas.

Para que essa estratégia tenha bons resultados, no entanto, é fundamental que a empresa conte com uma política de crédito eficaz e alinhada com as suas necessidades. Esse é um importante cuidado para que a concessão de crédito aconteça de forma segura, reduzindo ao máximo os riscos de inadimplência entre os consumidores.

Ao longo deste post, explicamos melhor o que é uma política de crédito e como é possível implementá-la em seu negócio. Confira!

Afinal, o que é uma política de crédito?

Se você já solicitou produtos financeiros, como empréstimos, financiamentos ou mesmo um novo cartão, sabe bem que os bancos realizam uma análise sobre o perfil de cada interessado antes de decidirem pela aceitação ou não do pedido. Nesses momentos, é exatamente a política de crédito da companhia que determina a forma como essa avaliação é feita.

Dessa maneira, chamamos de política de crédito o conjunto de diretrizes que orientam a decisão de uma empresa de conceder crédito aos consumidores, como no caso de pagamentos a prazo. Nela, devem estar contidas as regras e os procedimentos que serão adotados na análise, levando em conta as especificidades de cada tipo de negócio.

Considerando os fatores que mais influenciam esse processo, é comum que as empresas realizem consultas a sistemas de pontuação financeira, também conhecidos como score. Essa é uma ferramenta que reúne diversas informações sobre o histórico financeiro, tanto de pessoas quanto de empresas, resumindo a avaliação em uma nota, que costuma ir de zero até mil pontos.

Além do score, a política de crédito de uma corporação pode se valer de meios próprios de análise, como uma pesquisa junto a concorrentes e, até mesmo, considerar o próprio capital de giro disponível para essa iniciativa. O que realmente importa é que essas diretrizes reflitam com precisão as particularidades da companhia, dos clientes e da negociação que se pretende realizar.

Qual é a importância de aplicar uma política de crédito?

Mesmo sendo uma estratégia voltada ao aumento das vendas em uma empresa, é evidente que o crédito para pagamento a prazo deve ser concedido com a necessária prudência. Nesses casos, a política de crédito é que vai definir quando é possível oferecer essa alternativa de forma segura, a partir de uma análise técnica sobre o perfil financeiro de cada interessado.

É preciso ter em mente que, quando uma venda é realizada a prazo, a companhia passa a trabalhar com previsões de entradas futuras de recursos. Dessa forma, é fundamental que essas expectativas se concretizem para que o fluxo de caixa não seja comprometido, garantindo que a oferta de crédito aos clientes não resulte em uma situação de desequilíbrio financeiro.

Naturalmente, o maior risco que se corre nesse tipo de operação é o de inadimplência por parte dos consumidores. Por isso, a análise de crédito deve focar sobretudo a capacidade de pagamento, para que ela atue como uma poderosa ferramenta nesse momento de tomada de decisão. Essa medida é essencial para a segurança financeira e evita problemas que poderiam impactar diretamente o crescimento da empresa.

Quais os tipos de política de crédito existentes?

Uma das principais propriedades de uma boa política de crédito é que ela deve ter flexibilidade. Ou seja, ela deve se moldar a diferentes situações para que a análise de cada negociação seja mais precisa, indicando as reais possibilidades em cada caso.

Para facilitar essa escolha, dividimos as políticas de crédito em três tipos principais. Veja, a seguir, as características de cada um deles e suas aplicações.

Crédito liberal

Uma política de crédito liberal estabelece critérios pouco rigorosos para permitir as negociações a prazo, tornando a opção viável para clientes com diversos perfis financeiros. Em geral, esse modelo de acesso facilitado ao crédito é adotado em meio a uma estratégia de prospecção de clientes, mas oferece maior risco de inadimplência.

Como uma contrapartida de uma análise mais permissiva, os modelos de cobrança praticados nesses casos costumam ser mais agressivos. As medidas podem ir desde a aplicação de encargos moratórios até o requerimento de ações judiciais, o que também pode demandar altos custos com pessoal de cobrança.

Crédito rigoroso

É o modelo de política de crédito que segue rígidas normas e critérios na hora da análise de perfil dos clientes, a fim de reduzir ao máximo o risco de não pagamento nas negociações. O maior nível de seletividade faz com que muitas pessoas tenham a solicitação reprovada, por não se enquadrarem nas regras estabelecidas.

Esse critério maior permite que algumas empresas adotem um conjunto de padrões de cobrança mais brandos, o que costuma resultar em uma carteira de contas a receber de alta qualidade. Por outro lado, cobranças mais rigorosas podem tornar o acesso ao crédito ainda mais restritivo, mas reduzem a necessidade de acompanhamento e de medidas futuras.

Crédito moderado

As políticas de crédito moderadas são aquelas que unem características dos dois tipos anteriores, buscando desenvolver um modelo eficiente para cada tipo de negócio. Devido a essa flexibilidade, costumam ser as melhores alternativas para as empresas com uma carteira de clientes não muito grande ou ainda para aquelas que buscam implementar a oferta de crédito.

A vantagem desse modelo é que se torna possível captar novos clientes para vendas a crédito, equilibrando os riscos de inadimplência com as receitas geradas. O controle apurado também ajuda a manter sob controle os custos com cobrança e administração.

Como criar uma política de crédito na empresa?

O ponto mais importante no desenvolvimento de uma política de crédito é a forma como será feita a análise de perfil dos clientes. É preciso saber quais documentos devem ser solicitados e quais informações devem ser consultadas para que os procedimentos sejam precisos e eficazes.

Para otimizar essa atividade, uma boa dica é contar com o auxílio de soluções específicas de análise de crédito. Existem diversas opções que automatizam a consulta de informações para que a tomada de decisão seja mais rápida.

Fazendo uso das ferramentas disponíveis, qualquer empresa pode criar a sua própria política de crédito, que vai ao encontro de suas necessidades e das condições de seus clientes. Mas, se você quiser um auxílio para implementá-la em seu negócio, que tal conhecer as soluções da VanPix?

Nosso sistema de integração bancária permite que você gerencie os recursos da empresa e realize diversas operações em um único lugar, simplificando a sua rotina e facilitando a gestão dos créditos concedidos aos clientes. Entre em contato conosco e descubra todas as possibilidades que a VanPix oferece ao seu negócio!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.