supply chain management

O que é Supply Chain Management e quais são os seus princípios?

Gerir a cadeia de suprimentos de uma organização é fundamental para seu sucesso. Nesse momento, entender as boas práticas por trás do conceito de Supply Chain Management (SCM) é essencial, afinal, esse tipo de gestão, abrangente e completo, tende a otimizar os processos das empresas de maneira ampla, trabalhando desde a matéria-prima até o cliente final.

A ideia por trás desse termo é comumente confundida com a de logística. Mesmo que cumpram papéis semelhantes, a administração da cadeia de abastecimento vai além e atende à natureza dinâmica dos negócios. Sendo assim, conhecer seus princípios é essencial na intenção de maximizar processos.

Se você deseja saber mais sobre o tema, não deixe de prosseguir com a leitura!

Qual é o conceito de Supply Chain Management?

Em poucas palavras, esse tipo de gestão opera como uma ferramenta. Ela visa à maximização de resultados ao controlar, otimizar e organizar processos internos e externos — incluindo a logística do negócio. É por isso que se mostra tão importante diferenciar a ideia por trás da administração logística da SCM. Afinal, ela engloba esse gerenciamento, maximizando a atuação da empresa perante o mercado.

Um dos principais pontos a considerar em termos da Supply Chain Management é a integração entre empresas e fluxos. Dessa forma, centraliza-se a informação na intenção de amparar cada passo dos processos que entregam produtos e serviços aos consumidores — do início ao fim.

A gestão em questão é norteada por alguns princípios. Ao conhecê-los, a compreensão acerca de sua relevância nas companhias se simplifica, permitindo que os gestores e os líderes que entram em contato com seu conceito possam tornar suas cadeias produtivas ainda mais eficientes. Confira!

Quais são os princípios dessa prática?

Além de integrar, alguns outros fundamentos fazem parte da SCM. Ao considerar que essa forma de gestão acompanha de perto cada passo envolvido nas operações voltadas aos suprimentos da empresa, ela precisa garantir um gerenciamento completo.

Em outras palavras, é preciso pensar em custos, qualidade, logística, gerenciamento de recursos e pessoas, tecnologia, entre outros pontos. Somente ao alinhá-los às expectativas e dores do mercado será possível alcançar resultados realmente otimizados.

Segmentação de clientes

Uma das maneiras mais simples de direcionar os passos a serem tomados na SCM é por meio da análise dos consumidores. Ao compreender suas demandas e direcionar os processos a fim de atendê-las, simplifica-se a organização das operações — de forma a garantir a maior eficiência possível.

Nesse momento, é importante que diferentes grupos, personas e perfis sejam diferenciados entre si e separados. Assim, a cadeia se baseará em suprir as necessidades de cada um, garantindo o lucro na hora de atender a segmentos diferentes. Aqui, outro princípio também pode ser citado: o da personalização.

Fiscalização de indicadores de performance

Esse é um dos principais passos envolvidos na Supply Chain Management. Nesse sentido, por ser um processo delicado e que exige precisão, é fundamental investir em uma cultura data centric, ou seja, orientada por dados. Ao fiscalizar constantemente os resultados das métricas de performance, o controle de resultados se torna mais acertado.

Além disso, é importante utilizar esses indicadores de maneira alinhada ao mercado. Guiar planejamento da demanda de forma a atender às exigências de consumidores faz com que os recursos possam ser alocados com o máximo de aproveitamento.

Finalmente, o uso adequado das métricas permite, até mesmo, que previsões referentes ao futuro da gestão da SCM sejam realizadas.

Gerenciamento das fontes de suprimentos

A relação com parceiros e com a própria estrutura que recebe e armazena os produtos também é fundamental na hora de realizar uma boa administração de SCM. Ao gerenciar as fontes de suprimentos, garante-se a redução do custo total da propriedade.

O montante que “sobra” pode ser, então, reaplicado em outros pontos da operação, como na solução de gargalos. Consequentemente, o processo, em sua totalidade, é maximizado e assim investir em melhorias contínuas.

Desenvolvimento de uma estratégia de tecnologia de abastecimento

Existem diversos softwares e ferramentas voltadas, pontualmente, ao abastecimento da cadeia de suprimentos. Contar com essas inovações é essencial, especialmente ao considerar as exigências do mercado — catalisadas pela transformação digital. É preciso contar com as estratégias certas e que contemplem toda a cadeia.

Nesse momento, além das automações e da adoção dos hardwares operacionais, responsáveis por nortear os processos, a tecnologia da informação pode ser uma grande aliada. Ela traz dados de qualidade a fim de aprimorar o desempenho de cada parte da operação. Esse conceito se conecta, diretamente, à relevância do acompanhamento de métricas e indicadores.

Respeito aos ciclos

É comum que a Supply Chain Management seja organizada de acordo com seus ciclos. Por isso, sua gestão é dividida em curto, médio e longo prazo. Enquanto o primeiro diz respeito às tarefas do dia a dia, ou seja, aos esforços realizados na intenção de manter a cadeia em pleno funcionamento, os dois últimos visam à otimização futura.

O ciclo de médio prazo foca na relação com os insumos e decisões semanais ou quinzenais. Já o de longo prazo diz respeito aos serviços executados por membros de maior hierarquia na companhia, como os diretores. Eles ficam responsáveis pela formulação de estratégias e planejamentos que aprimoram as operações.

Esses são apenas alguns princípios a serem conhecidos por aqueles que desejam implementar boas práticas de SCM em seu negócio. Por meio delas, além de melhorias contínuas, a relação com parceiros se torna mais eficiente, uma vez que elas aumentam a eficiência, reduzem custos e mitigam desperdícios.

Apostar em aplicar as dicas deste artigo em sua organização tende a alinhar o ritmo de trabalho ao que é esperado por parte do mercado e dos consumidores. Afinal, ao analisar cada um dos passos da cadeia de suprimentos, torna-se simples a aplicação de estratégias que os aprimorem. Utilize a Supply Chain Management como uma ferramenta de maximização de suas soluções!

Gostou do assunto abordado neste conteúdo? Ele é rico em informações capazes de otimizar a gestão operacional das empresas. Leve os conhecimentos aprendidos à frente e compartilhe este post nas suas redes sociais!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.